Sexo em Amsterdam, uma visão liberal

Amsterdam nos remete a românticos canais, beque liberado nos cafés e moças oferecendo sexo pago nas janelas do Red Light. O apelo sexual da cidade está em todo lugar e, sabendo procurar, todo mundo sai satisfeito. Somos fãs apaixonados da cidade: batemos ponto em Amsterdam duas vezes por ano. Não curtimos sexo pago, nem maconha, mas a cidade surpreende casais que querem apimentar o sexo.

A Sra. F é fã do Fata Morgana, sua piscina aquecida e o buffet livre de sorvetes.
A Sra. F é fã do Fata Morgana, sua piscina aquecida e o buffet livre de sorvetes.

Sex shops no Red Light de Amsterdam

A cidade é apinhada de sex shops. Dá para comprar de tudo: suas taras são teu limite. A área do Red Light é onde eles se concentram, mas com o Google Maps é possível encontrá-los tem todos os bairros de Amsterdam. Tem mais sex shops do que em Cap d’Agde, mas perde para a colônia nudista libertina em lojas de roupas kinky e fantasias.

A vitrine mais divertida

A vitrine mais divertida do Red Light fica na esquina da rua Warmoeestraat com a Lange Niezel. É um sex shop grande, com acesso pelas duas ruas. Os preços regulam em todas as lojas do Red Light, mas essa tem mais variedade e uma vitrine especialmente safada. Serve para fantasias simples e todo tipo de apetrecho. Como pode-se ver na foto acima, almas solitárias em perigo podem adquirir apetrechos para transar com seus chuveiros.

Vibradores: um help para o sexo em Amsterdam

Na esquina da Oudebrugsteeg com Warmoeestraat tem uma loja especializada em vibradores, que faz o estilo “chique”. Em vez de uma aparência underground, é clara, organizada e com os produtos disponíveis para manuseio – fora das caixas. Parece focada no público feminino mais tímido.

A loja de máscaras

A Mask Shop Venice, na Warmoesstraat 18A, é especializada em máscaras: das relativamente simples às mais luxuosas, complexas e originais. Parada imperdível para quem tem algum baile à la Eyes Wide Shut agendado.

A melhor loja de todas: de roupas kinky a lubrificantes

A melhor loja é a Love Boutique. Além do bom atendimento, há uma linha completa de roupas kinky, fantasias, acessórios e lubrificantes. Os produtos são de qualidade (e nenhum é barato). Fica na Oudezijds Achterburgwal 78.

Clubes de Swing: a hora do sexo em Amsterdam

Surpreendentemente, Amsterdam não tem muitos clubes de swing, lá chamados de parenclubs. Não há nem de perto tantas opções quanto Paris, nem um parenclub chique como o Les Chandelles. Nem mesmo tem tantas casas de swing quanto São Paulo. Mas tem uma que vale por muitas: a Fata Morgana.

Abaixo, comentamos todos os abertos atualmente. Nem precisa se esforçar procurando outros, pois só existem esses quatro mesmo.

Fata Morgana é sinônimo de sexo em Amsterdam

Fata Morgana, o melhor clube de swing de Amsterdam, com sexo rolando solto.

Fata Morgana é um dos melhores clubes de swing da Europa e é convenientemente localizado próximo a Amsterdam: fomos sete vezes e sempre nos divertimos muito.

Não é tão incrível quanto o Fun4Two, mas não exige uma viagem para conhecer. Um bate e volta de seu hotel em Amsterdam é trivial, pegando um Uber. Apesar do clube ficar em Muiden, uma outra cidade, leva menos de 25 minutos e custa cerca de 30 Euros.

O Fata Morgana é exclusivo para casais e funciona sexta, sábado e domingo. É um lugar amplo, limpo, com pista de dança, comida e bebida liberada, labirinto, piscina e uma infra de primeira. O público é variado e simpático.

Se você está acompanhado(a) em Amsterdam e é um fim de semana, o Fata Morgana é o lugar certo para sexo.

Piscina com sexo em Amsterdam é no Fata Morgana

A piscina indoor não é linda, como a do Fun4Two, mas é agradável e ampla. A temperatura é perfeita, as toalhas de fácil acesso e a água super limpa. A gente adora piscina: é o que nos mantém acordados depois da meia noite. E piscinas são excelentes para fazer amizades.

A piscina outdoor, que só está disponível nas tardes de domingos de verão, é bonita e vale demais a experiência.

A gente adora essa pegada dos clubes da Holanda misturarem boate e área molhada, com jacuzzi e piscina. Na França, você tem que escolher: ou vai pra boate chique ou vai para sauna liberal.

Comida e bebida

A comida é uma delícia, de excelente qualidade, e as bebidas são ótimas também. Neste quesito, é o melhor clube que já frequentamos. Enquanto no Fun4Two as bebidas parecem diluídas, no Fata Morgana elas são perfeitas.

Meu Deus, eles tem buffet liberado de sorvetes e caldas, além de mil e uma balas e doces! Socorro!

Sra. F

Quartos

Os quartos são ótimos, limpos, para todos os gostos. Há camas no corredor, há um quarto que imita a selva e uma masmorra de BDSM. Há um fumódromo confortável, que nunca entramos, mas que vemos os casais em altas socializações. Pena termos alergia à fumaça.

Horários e preços

O pagamento pode ser em cartão de crédito.

Sexta-feira21:00 às 3:00100 Euros por casal
Sábado21:00 às 4:00125 Euros por casal
Domingo13:00 às 23:00120 Euros por casal

Roupas e vestiário

A partir de um certo horário, não se pode mais usar roupas comuns no clube. É preciso ficar de lingerie ou outro tipo de roupa erótica, como roupas kinky de couro. É imprescindível que o casal leve roupas apropriadas.

Na sexta, é preciso usar essas roupas especiais desde a chegada. No sábado, é a partir das 22:00 e no domingo a partir das 18:00. Se você pretende chegar antes destes horários, vá vestido como iria para uma boate normal, e leve as roupas especiais em uma bolsa à parte.

O clube oferece gratuitamente um amplo vestiário e cada casal recebe um armário com chave. Você terá espaço e infraestrutura para se trocar. Também há disponível um secador de cabelos. Uma das coisas confortáveis desse clube é que eles não te proíbem de andar com uma bolsa, útil para levar camisinhas, KY Gel e outros apetrechos. Naturalmente, jamais pegue o celular.

As balas brancas de hortelã do ponte no balcão da entrada são ótimas! Encha os bolsos!

Sra. F

Sameplace

Cá entre nós, o Sameplace não é bom. Ele é convenientemente localizado bem no centro de Amsterdam, abre todo dia, começa cedo e é barato. Por isso, vamos. Mas não chega aos pés de outros clubes de swing.

Pra começar, ele é mais um bar erótico do quem um clube completo de swing.

Sameplace é um bar liberal com com sexo à vontade no centro de Amsterdam.

Exceto aos domingos, quando o bar usualmente fica reservado para casais, é liberada a entrada de homens solteiros. O resultado é que sempre há muito mais homens do que mulheres. Para casais que curtem o Gang Bang, deve ser perfeito. Não é o nosso caso.

Preço

A entrada é usualmente gratuita e paga-se apenas o consumido, sempre em dinheiro vivo. Os preços são os usuais para um bar.

Área para brincadeiras

Há duas áreas para o público transar: uma perto do bar e a dungeon. Na foto abaixo pode-se ver a jaula próxima do bar, onde costuma ter alguma ação.

A Dungeon do Sameplace, um bar liberal com com sexo à vontade no centro de Amsterdam.

A dungeon tem aquele jeitão underground, como esperado. Não há quartos privativos. Veja como é:

Agenda

  • Segunda: 19:00 às 24:00 (apenas para homens gays)
  • Terça, quarta e quinta: 21:00 às 2:00
  • Sexta e sábado: 21:00 às 03:00
  • Tarde de domingo: 15:00 às 21:00 (tarde temática, verifique o tema no site, há pagamento de entrada)
  • Domingo à noite: 22:00 às 3:00 (usualmente para casais)

Club Paradise

Club Paradise Amsterdam Holanda

O Club Paradise abre de quinta a domingo, mas permite homens solteiros todos os dias. Por isso, ainda não fomos (EDIT: FOMOS, VEJA ABAIXO): sempre acabamos preferindo o Fata Morgana que é só para casais. Mas vamos experimentar no dia 21/dez e atualizaremos aqui! Pelo site, o local parece bonito e a entrada inclui petiscos.

  • Quinta-feira: 50 Euros de consumação para casais, 20:00-1:00.
  • Sexta-feira: 50 Euros de consumação para casais, 20:00-3:00.
  • Sábado: 50 Euros de consumação para casais, 20:00-3:00.
  • Domingo: 25 Euros de consumação para casais, 15:00-24:00.

[EDIT DE 21/12/19: FOMOS LÁ CONHECER!]

Na frente do Club Paradise
Sra. F posando na frente do Club Paradise

O Club Paradise tem uma área de estar principal, com bar, buffet e TV com pornô que é uma das mais bonitas que já vimos. Elegante e muito ampla, cheia de sofás confortáveis e que incentivam a interação.

O clube conta com uma piscina indoor grande, porém pouco convidativa: diferente do Fata Morgana ou do Fun4Two, a piscina é gelada. Nenhuma chance de aproveitarmos.

A comida é bem gostosa: bons queijos, vários pratos quentes e chocolates de sobremesa. Sempre ficamos surpresos com a qualidade da comida nos clubes de swing da Holanda.

Para entrar no clube, só de lingerie para as moças e boxers (cuecas) para os homens. Há vestiário com armários à disposição e, para as moças que esquecerem de levar, algumas peças de lingerie à venda (EU$25 por um maiô sexy, nada mal).

Para o nosso gosto, o Club Paradise tem um problema de frequência: a proporção de homens x casais não nos deixa confortáveis.

Estivemos lá em um sábado, o dia mais movimentado. Até a hora que saímos, cedo porque não estávamos aproveitando muito, havia três casais e doze homens solteiros.

Na porta do Club Paradise em Amsterdam
Sra. F na porta do Club Paradise

Em resumo: infraestrutura e comida boas, mas um público que não nos incentiva a voltar. Falta clima.

Club Showboat

Club Showboat Netherlands Amsterdam

O Showboat abre de quinta a domingo e também permite homens solteiros todos os dias. Não nos animamos a ir ainda, mas está na agenda para algum dia testar. Os preços e horários variam conforme o dia da semana. O mais nos anima a testar um dia é ser em um barco: típico e curioso.

O clube fica em Zaandijk, e não em Amsterdam. Mas são menos de 25 minutos de carro.

Shows de sexo e strip

Casa Rosso

Casa Rosso é um show de sexo explícito em um teatro, mecânico, pelas informações de quem já foi. Custa 42 Euros por pessoa para entrar, sem limite de tempo.

Nós não tivemos interesse, apesar de planejarmos ir um dia para poder descrever no blog. Ver uma hora de casais profissionais transando não é exatamente nossa ideia de algo sexy.

Imaginamos que seja algo diferente e divertido para quem é newbie nesse mundo. Não nos entenda mal: adoramos ver gente transando. Mas não por profissão. Gostamos de ver sexo feito por prazer.

Peepshow

O Peepshow é como o Casa Rosso, mas você paga por minuto e assiste de uma cabine individual. Aí tudo bem: fomos conferir por alguns minutos. Foi aquilo, né? Um pessoal meio mais ou menos fazendo sexo ou masturbação mecânica. Deve ser divertido pra quem nunca vê gente transando ao vivo. Nós passamos 10 dias em Cap d’Agde em julho vendo gente transando o dia inteiro, por prazer. Showzinho mecânico não nos motiva.

La vie en Proost, o pior lugar para sexo em Amsterdam

TonTon é um programa bem melhor que o La vie en Proost.

La vie en Proost é um bar com garçonetes de seios de fora. É tão ruim, mas tão ruim, em tantos aspectos, que é difícil até de explicar. É uma completa tourist trap. 100%. Você vai odiar.

Ilustramos com uma foto do fliperama TonTon Club, que fica bem em frente. Esqueça o La vie en Proost, vá no TonTon que você vai se divertir muito mais, não será extorquido pelas garçonetes nem pagará 20 euros para tomar uma cerveja vendo os peitos de algumas senhoras que já poderiam ter se aposentado do Red Light.

Supperclub

Supperclub é um jantar com uma pegada sensual, em camas, e boate.

Supperclub é um jantar com show sexy, mas não sexual, em que o público assiste deitado em camas. Depois do show, o lugar segue aberto como boate. É um programa divertido e interessante, apesar de termos a impressão que o show é um pouco mais longo do que deveria ser.

Não há sexo no Supperclub de Amsterdam, mas há insinuação e um ambiente excitante

O jantar com cinco pratos é excelente e custa 69 Euros, além das bebidas. Supreendentemente, este local – apesar de turístico – não é um tourist trap. É um show de alto nível, com comida muito bem feita e serviço condizente.

Outros locais com shows de sexo

Estes são outros locais que não conhecemos pessoalmente, mas que você pode se interessar:

  • Bananenbar (Banana Bar/Banana Club) é um bar de striptease, que cobra 60 Euros por uma hora, incluindo bebida liberada. O Banana Club custa 25 Euros por pessoa e inclui dois drinks, e é onde rolam lap dances.
  • Hospital Bar é um bar de strip onde as dançarinas estão fantasiadas de enfermeiras. Custa 25 Euros por pessoa e inclui dois drinks.

Sexo pago em Amsterdam

Em toda cidade há prostituição. Amsterdam legalizou a atividade dando autonomia para as profissionais. Cada prostituta é uma empresária individual e a lei proíbe a intermediação, para reduzir a cafetinagem.

As prostitutas pagam impostos, submetem-se a exames médicos periódicos e tem direito a acompanhamento psicológico. Elas alugam quartinhos com janelas para a rua, de onde exibem seus dotes e atraem os clientes. Algumas são lindas, outras muito feias.

Muitas das janelas ficam no distrito de Red Light, que tem esse nome pelas luzes vermelhas que sinalizam mulheres (as roxas, travestis). As ruas estreitas são mais recheadas de janelas com moças trabalhando, enquanto as ruas principais do bairro são ocupadas por lanchonetes, bares, restaurantes, coffee-shops e sex shops.

O Red Light não é um lugar underground e perigoso: há movimento, há famílias, há turistas… é um bairro animado e boêmio.

Quanto custa o programa em Amsterdam?

O programa de 20 minutos custa em torno de 50 Euros e é realizado no local: a profissional fecha a cortina e voilà. O preço, claro, pode ser negociado e varia conforme a profissional e o cliente, mas essa é a base.

Não curtimos sexo pago, então não temos experiências reais com prostitutas. Além disso, sexo de 20 minutos é para segunda-feira de noite, em casa, no conforto de nossa caminha. Mas curtimos passear no Red Light e acreditamos que a prostituição legalizada é um avanço social.

Drogas legais

Nem só de sexo vive Amsterdam: tem as drogas também. Lícitas. Do chocolate ao licor, do beque a Deus sabe o que. Ah, o salame é um vício também.

Licores em Wynand Fockink

Nem só de sexo vive Amsterdam: um dos melhores licores.

Quer esquentar suas tardes em um lugar que os holandeses frequentam no happy hour? Vá tomar um (ou vários) licores na Wynand Fockink. São sensacionais, servidos de 14:00 às 21:00. Não há mesas ou comidas, apenas licores. Os atendentes são ótimos e tem prazer em fazer recomendações e misturas.

Sábados e domingos há tours para se conhecer a distilaria, 15:00, 16:30, 18:00 e 19:30.

Cervejas e salames no Gollem

É o melhor lugar para um chopp em Amsterdam: dezenas de torneiras, bom serviço e o melhor salame da cidade. Você vai se apaixonar pelo salame e querer mais. Fica a dica: você pode encontrar para vender em uma barraca do Albert Cuyp Market ou no supermercado Etos, na Haarlemmerdijk 81-85.

Cervejas para viagem no De Bierkoning

O De Bierkoning, que significa “o rei da cerveja”, vende rótulos de todo o mundo, com uma variedade impressionante. Se você é um fã de cervejas, esse é a loja para comprar. Já compramos centenas de garrafas e latas aí: é uma delícia para experimentar novos rótulos.

Químicos para um sexo em outra dimensão de Amsterdam

O Innerspace é a melhor loja de drogas legalizadas de Amsterdam. Nem perca seu tempo indo em outro smartshop. Fica na rua Spuistraat 108, tem atendimento melhor, uma seleção muito maior (eles vendem tudo que é vendido em qualquer outro lugar) e preço mais baixo. Simplesmente esqueça os outros.

Não falaremos sobre os produtos porque não queremos incentivar ninguém a usar drogas. Se for de seu interesse, entre na loja e converse com o vendedor, diga o que gosta ou qual a sua curiosidade. Há muita coisa disponível e nem tudo é visível: o que não está exposto pode ser mais interessante.

A loja não é a mais bonita, mas isso é irrelevante. Naturalmente, eles não vendem drogas ilegais por lá (apesar de que muita coisa que eles vendem é ilegal em outros países, então não leve de volta na mala).

Há produtos nessa loja que podem levar a experiência do sexo em Amsterdam para uma outra dimensão. Mas, talvez, possam te matar também. Então não vamos recomendar: converse com o vendedor e descubra, se tiver vontade.

Sr. F

Maconha nos coffee-shops

Um beque pode ser um bom começo para o sexo em Amsterdam.

Amsterdam é cheio de coffee-shops: cafés que vendem maconha. Tradicionalmente, não é permitido vender maconha e álcool, e o local precisa escolher um para trabalhar. Nos últimos anos, isso foi flexibilizado e agora é possível encontrar álcool em vários coffee-shops.

Coffee-shops vendem beques já enrolados e também maconha para o usuário enrolar seu próprio beque. Nos beques prontos, usualmente a maconha não é pura: a tradição, na Holanda, é enrolar com tabaco misturado.

Algumas dicas:

  • Mesmo que você seja um usuário experiente de maconha, vá com calma: a experiência pode ser bem mais intensa.
  • Converse com os vendedores nos coffee-shops, peça orientação, eles entendem do assunto.
  • Os Space Cakes são bolos com maconha, para quem quer o THC mas não quer a fumaça. O mais tradicional é o do Bulldog.
  • O Bulldog é famoso e turístico, mas não é onde a juventude local vai.
  • Em cima do balcão dos coffee-shops, usualmente, há um pote com tabaco grátis, para quem quiser enrolar junto com a maconha.
  • O Grasshopper já foi o coffee-shop mais famoso, mas ele parou de vender maconha há alguns anos.
  • As leis que regulam o uso da maconha são antigas e confusas. Em resumo, se você nunca portar mais de cinco gramas e não fumar no seu hotel, não terá problemas.

Amendoins no Bier Fabriek

Energia para mais sexo em Amsterdam? Amendoins só ajudam.

Sexo, Amsterdam e amendoim combinam. E você pode comer amendoins à vontade no Bier Fabriek: quanto quiser e de graça. Fica pertinho do Red Light e vale a visita.

Chocolate no Chocolátl

Reponha as energias com chocolate! Amsterdam tem uma das lojas mais incríveis do mundo, com chocolates de todos os tipos, vendedores que são experts no assunto e provinhas à vontade! Não deixe de visitar a Chocolátl. Chocolate, sexo e Amsterdam combinam demais.

Hospedagem, sexo e Amsterdam

Ink

O Ink Hotel é sensacional, nosso favorito. É o melhor M. Gallery que já fomos. Apesar de ser 4 estrelas, o serviço e os quartos são dignos de 5 estrelas.

O hotel é construído em um conjunto de quatro antigos prédios de Amsterdam, inteiramente reformados por dentro – mas com a fachada preservada. A temática são jornais: os prédios já abrigaram um antigo jornal de Amsterdam. Os quartos tem as paredes desenhadas, como na foto acima.

Sexo é ótimo. Em Amsterdam é demais. Agora, sexo em Amsterdam no aconchego e charme do Ink não temos nem o que dizer.

Não é permitido fumar no Ink Hotel.

Eles são tão atenciosos que uma vez perguntamos por e-mail se ainda serviam alcachofras – amamos alcachofras! – e, quando chegamos no quarto, encontramos essa mensagem a abaixo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.